Programa Mais Médicos completa um ano

0 113

O Programa Mais Médicos completa, nesta terça-feira (8), um ano desde que foi lançado, em 8 de julho de 2013. Com o objetivo de ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio do aumento do número de profissionais, o projeto gerou polêmicas entre críticas e elogios. O número de consultas na atenção básica cresceu em 35%, enquanto o atendimento a diabéticos aumentou 45%. O crescimento também aconteceu para os pacientes com hipertensão arterial (5%) e para consultas de pré-natal (11%), enquanto o encaminhamento de clientes para outros hospitais diminuiu 11%. “Um dado relevante é a redução de encaminhamentos que as unidades básicas fizeram para os hospitais. Isso tem um impacto social grande. O paciente deixava de trabalhar, ia para um hospital longe de casa ou em outro município, alguém da família era deslocado para cuidar dele”, disse Eider Pinto, secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Apesar dos avanços, ainda é necessário definir regras que qualifiquem o atendimento na saúde pública. O programa ainda prevê a criação de 11,5 mil vagas de graduação em medicina e de 12,4 mil vagas de residência médica.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Complete a matemática para poder acessar *