Dilma anuncia R$ 480 milhões para garantir lei de cotas na TV paga

0 105

A presidente Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira (1º) decreto que cria o programa Brasil de Todas as Telas, que visa estimular produções televisivas e de cinema no país. O objetivo é alimentar o setor, impulsionado pela lei que obriga a veiculação de produções nacionais na TV paga. Ao todo, o governo deve destinar R$ 480 milhões para copatrocínio de 250 novos projetos por ano, entre curtas e longa metragens, séries e minisséries. O dinheiro deverá estimular, ainda, capacitação e formação profissional e implantação e modernização de salas de cinema. Segundo a ministra da Cultura, Marta Suplicy, o valor representa sete vezes mais recursos do que a pasta repassa para o setor atualmente. “A lei, que exige um percentual de filmes nacionais sendo exibidos, ficava com dificuldade de ser cumprida à medida que os recursos para que a produção fosse executada eram poucos”, explicou a ministra. A legislação define que os canais que exibem sobretudo filmes, séries, animação e documentários são obrigados a dedicar 3h30 semanais de seu horário nobre a produções brasileiras. Além disso, metade desse conteúdo deverá ser produzida por produtora brasileira independente. Informações da Folha de S. Paulo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Complete a matemática para poder acessar *