Baianos receberam R$ 2,42 bilhões de transferências diretas do governo federal até agosto

0 109

Dados do Portal da Transparência do governo federal apontam que os baianos receberam, de janeiro a agosto de 2014, R$ 2.426.779.019,35, provenientes de transferências diretas do Bolsa Família, do Programa do Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e do Garantia Safra. A cifra revela o desafio dos próximos governantes de minimizar as condições de vulnerabilidade dos beneficiários, tanto no plano federal, com a reeleição de Dilma Rousseff (PT), quanto na esfera estadual, com a escolha de Rui Costa (PT). O Bolsa Família, maior programa de transferência de renda do país, foi responsável por mais de R$ 10 bilhões para famílias baianas nos últimos quatro anos, período em que Dilma esteve no Palácio do Planalto. No comparativo, a evolução do programa – e do benefício – cresceu mais de 45% no acumulado, sem levar em consideração 2014. Já via PETI, houve um decréscimo das bolsas. No primeiro ano de Dilma, em 2010, os baianos receberam R$ 592 milhões, enquanto que, em 2013, esse montante caiu para R$ 238 milhões. Já o Garantia Safra, que beneficia agricultores atingidos pela seca, sofreu uma ampliação – em decorrência da própria extensão da estiagem. Em 2011 foram R$ 15 milhões e, em 2013, pior momento da seca até agora, chegou a R$ 253 milhões.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Complete a matemática para poder acessar *